quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Ele esqueceu de quem o ajudou, mas um dia lembrará!!!



Esta semana  estive meditando sobre a vida de José do Egito com os alunos do Colégio Quinze e um dos momentos que mais falaram comigo na história deste personagem bíblico,  foi quando o copeiro-chefe esqueceu dele, mesmo tendo sido  ajudado por ele a sair daquele lugar difícil(prisão), para um lugar cheio de esperança e honra, o palácio do Faraó (Gen 40:16-23).Na ocasião lembrei de uma fala do pastor Dag Mills, quando disse que tem um livro cujo título é “Aqueles que esquecem”.
 É verdade que pessoas esquecem daquilo que fizemos por elas, nós esquecemos daquilo que pessoas fizeram por nós, mas Deus não esquece. Aquilo que fizemos ou  fazemos para  as pessoas em nome do Senhor não ficará sem retorno, pois Deus é fiel (“ Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.” 1 Coríntios 15:58 RA). 
Graças a Deus a um dia a amnésia irá embora e as lembranças viram. Pena que em alguns casos de nada adiantará, pois será tarde demais.
Neste momento, quero agir como o copeiro-chefe que depois de um tempo  lembrou de José (Gen 41). Quero agradecer as pessoas que investiram em minha vida e me ajudaram a ser quem sou.       
Não quero, nem posso esquecer quem me ensinou, me aconselhou, me  discipulou e investiu em mim?
Desejo agradecer a minha família que sempre me deu  força e tem sido meu apoio nos momentos difíceis, ao meu primeiro pastor, Luis Carlos Porto  que me ensinou as verdades inegociáveis da Bíblia, ao Pr. Nivaldo Felipe que me batizou, o Pr. Adelmo (in memoria) que acreditou no ministério que o Senhor me confiara, mesmo sendo muito jovem, aos presbíteros José Tavares e Itamar Rodrigues que me ensinaram de perto o que é seguir ao Senhor, ao Dr. Carlos José que ao ir fazer a feira comprava carne para mim, pois eu não tinha como comprar, ao Cícero Luciano que muitas vezes me ouviu e me aconselhou, a minha esposa Rosa que é minha companheira e amiga, aos diáconos da Kerigma em São João e Garanhuns, ao Diácono Chico de Logradouro, ao Wilson de São Luís - MA, enfim,  as muitas pessoas que não tenho como citar o nome, mas com quem tenho uma dívida impagável de gratidão.
Muito obrigado a todos. Não quero ser um daqueles que esquece, antes quero ser um daqueles que lembra e honra. Deus abençoe a todos vocês  que um dia investiram em mim direta ou indiretamente. Que o Senhor os recompense, pois eu não tenho como retribuir o que vocês fizeram e fazem por mim.

Obrigado meu Deus!!!


terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Você se conhece?



Quando  lemos o capítulo 1º do Evangelho segundo João, encontramos um relato muito rico quanto ao autoconhecimento. Nos versículos  19 ao 23, há  o registro de uma conversa desenvolvida entre  João Batista  e alguns enviados de Jerusalém, que tinham como missão descobrir quem ele era. No texto,  percebemos  a  impressionante  consciência deste homem de Deus a respeito de sua identidade. Ele sabia nitidamente quem não  eraquem era  e  consequentemente, qual  a  missão  a  cumprir, dentro do propósito de Deus para sua vida e através de sua vida.
Observe o texto sagrado:
“ Este foi o testemunho de João, quando os judeus lhe enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para lhe perguntarem: Quem és tu?  Ele confessou e não negou; confessou: Eu não sou o Cristo.  Então, lhe perguntaram: Quem és, pois? És tu Elias? Ele disse: Não sou. És tu o profeta? Respondeu: Não.  Disseram-lhe, pois: Declara-nos quem és, para que demos resposta àqueles que nos enviaram; que dizes a respeito de ti mesmo?  Então, ele respondeu: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías.” (João 1:19-23)
João Batista sabia que não era o Cristo, nem Elias, nem o Profeta esperado. Saber quem não somos é muito benéfico, pois evita que nos dediquemos, ou apliquemos nossos recursos de maneira indevida e fora do propósito de Deus. Você sabe quem você não é?
Muitas pessoas passam a vida tentando ser o que não nunca serão. Você não é o outro, você é você, por isso não tente copiar, plagiar, ser igual a ninguém, pois o seu valor está em sua exclusividade e originalidade e  não em ser uma cópia. Não basta o bordão do profeta para ressuscitar o menino, é necessário ser o profeta (2 Reis 4:31-35).
Quando examino minha vida, percebo que durante muito tempo, tentei ser quem eu não era  para agradar as pessoas, ou até mesmo a mim mesmo. Eu pensava: Por que não sou como fulano? Por que não ajo e reajo como beltrano? Vivia em  uma auto cobrança infrutífera, já que queria ser outra pessoa e não eu mesmo, até que descobri que Deus tinha um propósito específico em minha vida, por isso tive a família que precisava,  estudei em locais que contribuiriam especificamente para  minha educação confessional, passei por uma formação militar, me apaixonei pela leitura, adquiri formação universitária,  fui discipulado por um pastor sério, enfim, houve um somatório de investimentos da parte de Deus em minha vida, tudo isto para formar meu caráter e personalidade, e me levar a entender quem eu não sou e quem eu sou. Com isto não quero dizer que estou pronto, mas que preciso me aperfeiçoar com pessoa, sem me descaracterizar como indivíduo. E você, será que passou, ou está passando por situações semelhantes as minhas?
Por outro lado, João Batista sabia quem era. Ele era a voz do que clama no deserto, isto é, ele era uma voz a ser proferida em um ambiente nada parecido com aqueles desejado por nós. Onde João pregava não tinha ar condicionado, poltronas acolchoadas, água gelada, etc. Mas era ali que ele deveria exercer seu ministério (serviço a Deus e as pessoas). Ele era a voz do que clama no deserto. Deus o preparou para aquilo, investindo em sua vida, dando a estrutura necessária, formando seu caráter e personalidade, concedendo os dons necessários, para cumprir a missão a ele destinada. Vale lembrar que Jesus disse que João foi o maior nascido de mulher (Jo 7:28), porém nunca realizou um milagre sequer. Ele era a pessoa que tinha a mensagem necessária para ser ministrada naquele lugar e naquele momento, mesmo tendo sido rejeitado por uns, perseguido por outros, ele sabia o que deveria fazer.
Ao sermos quem Deus deseja, nossa vida é protegida por Ele e a Sua paz que excede todo entendimento guarda nosso coração e nossa mente(Fp 4:7). Saber quem somos facilita a vida, pois poderemos dizer sim ou não as oportunidades, sem nos sentirmos mal, ou desprestigiados. Além do mais, ficará mais fácil discernir  onde exercer nosso ministério, nossa profissão, quais os dons precisamos buscar, quais convites devemos aceitar, etc. Quando sabemos nossa missão e o lugar a executá-la  o fardo não será pesado, pois estaremos encaixados no propósito de Deus. Se o seu fardo está pesado, é por que não era para você. O fardo de Jesus para nós é leve e Seu jugo e suave. Que tal refletir sobre isto? Quando estamos no lugar que Deus preparou para nós, as coisas fluem , Deus faz a obra e nos sentimos bem com Ele e conosco.
João  Batista sabia quem era, quem não era e qual sua missão. Você tem esta clareza? Se não, una-se a mim em oração e busquemos ao Senhor, pois com certeza é vontade Dele que possamos responder para nós e para os outros, quem somos, quem não somos  e o que temos a fazer. Deus nos abençoe!!
Pr. Almy Alves Junior

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Deus de alegria e salvação


Longe do que pensam  muitas pessoas, Deus não é um estraga prazer, nem tão pouco um repressor da felicidade humana. Ele quer que sejamos felizes e tenhamos uma vida em abundância, mas, para que isto aconteça, faz-se necessário que a Ele estejamos ligados.
Infelizmente o pecado nos distanciou deste projeto de vida plena, nos separando de Deus e daquilo que Ele havia preparado para nós. Mas, como Deus nos ama, providenciou o meio necessário para nos reintegrar à Sua intimidade e a Bíblia nos diz que  “ ... Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16 RA).
Através de Jesus, e só de Jesus, podemos ter acesso novamente ao projeto de Deus, mediante a fé, tudo isto pela graça. Cabe-nos agora valorizar esta oportunidade e recebe-Lo como nosso único e suficiente salvador, já que, nada que façamos de certo, nem tão pouco, nada que não façamos de errado nos oportunizará a salvação. Só Jesus Cristo Salva, mas nada, nem ninguém. Ele é o insubstituível Senhor e Salvador de todos aqueles que Nele creem. Seja um destes e leve esta mensagem a todos quantos você tenha oportunidade.
Seja um KERIX, isto é, um proclamador do amor de Deus, através de Jesus, a esta geração tão confusa e carente de salvação, pois só através Dele teremos acesso e desfrutaremos da verdadeira alegria.


“ Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.” (Filipenses 4:4)

.

Jovens de mãos dadas com o perigo




A juventude é uma fase de muitas descobertas e possibilidades, que podem ser vivenciadas tanto nos aspectos positivos, quanto nos negativos. Hoje, 24/02/2012, 0h10min, vinha com minha família de uma vigília que fizemos na Igreja Kerigma, na qual eu e minha esposa somos pastores e esperamos por sua visita, e presenciei cenas que fizeram meu coração doer. Além ver  muitos jovens com comportamentos contrários a vontade de Deus, um deles me chamou a atenção, pois fora criado em uma Igreja Evangélica, recebeu ensinamentos bíblicos, trabalhou na obra de Deus, e agora estava molhado por haver tomado banho em um posto de combustíveis e estava acompanhado de outros jovens que não manifestavam temor ao Senhor. Vendo esta cena pensei: “eu não aguentaria ver um filho meu nesta condição”.
Creio que para a mãe daquele jovem a situação não é fácil, pois nós pais desejamos o melhor para nossos filhos e vê-los  drogados, prostituídos, desgarrados, maltrapilhos, etc, deve ser algo terrível, talvez pior do que a nossa morte.Diante desta situação, lembrei de uma pergunta bíblica: “ De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho?” (Salmos 119:9 a), e procurei  respostas na própria Palavra de Deus e graças a Deus as encontrei. Vejamos alguns dos princípios a serem adotados por um jovem que não quer se perder, nem tão pouco levar outros a perdição:

  •     Observar as Escrituras sagradas, nela encontramos a sabedoria e o conhecimento de Deus :  “Observando-o segundo a tua palavra.” (Salmos 119:9 )
  •         Lembrar  de  Deus constantemente: “ Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer;” (Eclesiastes 12:1 )
  •        Seguir as orientações dos mais velhos (pais, tios, avós, responsáveis) e sendo humilde: “ Rogo igualmente aos jovens: sede submissos aos que são mais velhos; outrossim, no trato de uns com os outros, cingi-vos todos de humildade, porque Deus resiste aos soberbos, contudo, aos humildes concede a sua graça.” (1 Pedro 5:5)
  •       Evitar a exposição ao mal: “ vi entre os simples, descobri entre os jovens um que era carecente de juízo,  que ia e vinha pela rua junto à esquina da mulher estranha e seguia o caminho da sua casa,” (Provérbios 7:7-8)
  •     Não deixar  de congregar, pois o estar juntos, nos preserva de muitos males e nos proporciona muitos benefícios e crescimento espiritual, pois diz a Palavra de Deus:“ Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.” (Hebreus 10:25)
  •    Evitar más conversações ou coisas do gênero: “ Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” (1 Coríntios 15:33)

É claro que existem outros fatores a serem  observados por um jovem que deseja seguir um caminho diferente, o caminho do céu. Mas, seguindo a estes princípios, muitos problemas serão evitados e outros corrigidos.
Oração: Senhor Jesus,  socorra aquele jovem que hoje está desgarrado e console o coração de sua família que hoje sofre, pedimos isto em Teu nome, amém.

Pr. Almy Alves Junior





sábado, 23 de fevereiro de 2013

“Como será o amanhã? Responda quem puder!"








A preocupação é um comportamento comum entre os seres humanos. Desde tempos remotos a Bíblia nos fala que pessoas ficavam ansiosas quanto à vida e ao amanhã. A estas pessoas o Senhor Jesus perguntava: “ E por que andais ansiosos ...?” (Mateus 6:28 RA).Por que andamos ansiosos...? quais os motivos, quais as causas geradoras, enfim, por que nos preocupamos tanto? Será que realmente deveríamos estar assim, deixando que este sentimento nos tome, a ponto de nos perturbar e tirar a nossa oportunidade de viver o hoje, com alegria e graça?

As preocupações (PRÉ- ocupações) tomam nossa mente, geram sentimentos negativos, consomem nossas forças, desviam o nosso tempo e recursos, geram doenças psicossomáticas, e em alguns casos chegam a nos paralisar. Será que podemos fazer alguma coisa para nos livrar deste mal? Deus pode nos ajudar de alguma maneira? Com certeza, SIM.
É interessante entendermos que ser PREVIDENTE é diferente de viver PREOCUPADO. Ser previdente é considerar a necessidade de semear para o futuro, ter uma reserva, preparar-se para as oportunidades que virão. Viver preocupado é ficar ansioso, às vezes angustiado, ocupar a mente  com o medo da falta e das  incertezas que poderão sobrevir. Vale ressaltar que muitas das nossas preocupações não se concretizarão, devido às muitas variáveis existentes, e principalmente pela graça e misericórdia de Deus, que nos envolve diariamente.
A Palavra do  Senhor nos ensina que Deus age com provisão em nossas vidas, pois está escrito na Palavra de Deus: “ Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” (1 Coríntios 10:13 RA). Por isso, devemos nos humilhar perante o Senhor, pedindo que nos livre do mal, e lançar sobre Ele todas as nossas ansiedades, pois Ele é bom e tem cuidado de nós: “ Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte,  lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.” (1 Pedro 5:6-7 RA)
Para concluir esta reflexão que tal lembrarmos dos ensinamentos de Jesus, pois Ele disse: “ não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?  Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?  Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? {ao curso da sua vida; ou à estatura}  E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam.  Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles.  Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?  Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos?  Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas;  buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.  Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.” (Mateus 6:25-34 RA)
“Busquemos a graça de confiar no Senhor, e se faltar fé, oremos como fez o pai do menino que estava endemoniado, que exclamou com lágrimas: “Eu creio! Ajuda-me na minha falta de fé!” (Marcos 9:24 RA) e com certeza o Senhor nos ajudará, hoje, amanhã, depois de amanhã, enfim, durante toda nossa vida,  pois “Ele é bom e Sua misericórdia dura para sempre” (Sal 107:1).

 Pr. Almy Alves Junior



quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

“O melhor de Deus está por vir”.Mas, o que é este melhor?


Ao cantar a frase “O melhor de Deus está por vir”(Kleber Lucas), fico pensando: O que seria o melhor de Deus  a  esperar?  Por mais que busque respostas relacionadas a este mundo, chego a conclusão que nada há de melhor a esperar  do que encontrar com o Senhor Jesus e morar com Ele para sempre.
A Palavra de Deus sempre me encaminha  a ver  a  volta do meu Senhor e meu encontro com Ele, como o evento mais importante da minha história, após a minha conversão. O que um pecador poderia esperar de melhor, além  da  redenção total  e  seu encontro com Jesus, para morar para sempre com Ele, num lugar onde não haverá  o pecado nem suas consequências. Lá toda lágrima será enxugada, não haverá luto, nem pranto, nem dor (Apocalipse 21:4).Não haverá noite (Apocalipse 21:25), não haverá qualquer maldição (Apocalipse 22:3) e reinaremos com o Senhor para sempre (Apocalipse 22:5) .   Existiria algo sublime??!!!
O Senhor é o Deus de toda a criação, é  Deus de graça e glória. O céu só é céu por que o Senhor está  lá  e é para este lugar que seremos levados. Ah, como amo desejo  o  meu Senhor!! Quem dera que hoje fosse o dia de encontrá-Lo nos ares (arrebatamento) e poder  conhecê-Lo como sou conhecido!!! (“ Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Agora, conheço em parte; então, conhecerei como também sou conhecido.” 1 Coríntios 13:12 RA)
                         Maranata!!!!! Vem Senhor Jesus!! Vem para   mim, para minha família, para a Igreja que pastoreio, para as pessoas que encontrarei neste dia, vem para nossa geração. Não me atrevo a dizer como alguns pregadores que estamos vivendo a última geração. Não tenho como provar tal afirmação na Palavra de Deus, porém gostaria muito que isto acontecesse hoje, quem sabe agora, enquanto escrevo este texto, ou enquanto você lê este artigo. Vem Senhor Jesus!!! Espero por Ti.
Diz a Palavra de Deus: “...num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.  Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade.  E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória.  Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?  O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.” (1 Coríntios 15:52-56 RA)

                         Senhor, enquanto este encontro não acontece,  me ajude a te servir de todo o meu coração alma e força.  Me  ajude  a falar e viver o Teu amor!! Vem amado da minha alma!! Nada neste mundo me fascina mais do que saber que  o Senhor aparecerá  nos céus e juntamente com meus irmãos,  em todo o mundo, nos encontrarmos contigo nos ares. Tudo neste mundo passa, mas o Senhor é eterno. Tu  és  o desejado das nações.  

Maranata!!! Vem Senhor Jesus.

Pr. Almy Alves Junior


terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Você tem sede de quê?


Vivemos em dias de seca no Nordeste. A quantidade de chuvas está abaixo do necessário para encher os mananciais e suprir a sede física das pessoas e animais. Por causa deste fenômeno climático,  muitos animais estão morrendo, ou sendo levados para outros lugares. Pessoas estão deixando seus lugares de habitação, seus familiares, suas culturas e até seus antigos sonhos e imigrando para outras regiões, na esperança de terem  suas necessidade básicas atendidas. Embora esta sede seja real  e  capaz de mudar a forma das pessoas viverem, existe uma sede ainda mais profunda,  capaz de produzir mudanças  no destino eterno.

Você tem sede de quê?

Certa vez, ouvi um pastor dizer que: “se tudo vai bem em nossa vida e mesmo assim  nos sentimos vazios, é sinal que estamos com saudade de Deus”, nossa alma está com sede de Deus.
O salmista Davi expressou em seus escritos que tinha sede de Deus, do Deus vivo, e você, tem sede de quê? Lembre-se que as coisas materiais, os sentimentos, as emoções, são incapazes de saciar nossa sede espiritual. Só Deus que é espírito, pode saciar nossa  sede espiritual.

No livro do profeta Isaías  encontramos o seguinte convite: “ Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde às águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde, comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite.” (Isaías 55:1 RA). Em contrapartida a este convite, encontramos no livro do Apocalipse , o Senhor  Jesus dizendo:  “...Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida.” (Apocalipse 21:6 RA)

Busque hoje beber desta fonte da  água da vida(Jesus). A oração, o louvor, a leitura bíblica, ou  o estar em silêncio em  Sua  presença, proporcionarão a Jesus saciar a  sede espiritual que tanto  incomoda sua alma.

Confesso que estou com muita sede de Deus, do Deus vivo.  Nada, nem ninguém, pode suprir esta carência no meu interior, a  não ser o meu Senhor, o amado da minha alma. Por isso, vou buscá-Lo de todo o meu coração, na certeza que irei encontrá-Lo. Que tal você fazer o mesmo? 

Disse Davi:
·         “ A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei e me verei perante a face de Deus?” (Salmos 42:2 )
“ Ó Deus, tu és o meu Deus forte; eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água.” (Salmos 63:1)


 Você tem sede de quê?
 Eu tenho sede de Deus!!!!!

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Incluindo Deus em nossa agenda



 “O corre-corre da vida nos sufoca”. É comum falarmos e ouvirmos frases com sentido semelhantes a este, e de imediato,  procuramos nos justificar diante desta situação tão incômoda, principalmente pelo fato de sermos cristãos. Sabemos  a  importância de dedicarmos tempo a nossa relação com Deus (vida devocional), assim como, termos tempo para nos dedicar a Sua obra, levando o Evangelho de Jesus às pessoas, tanto através das palavras, quanto através das obras por Ele produzidas. Mas para que isto aconteça, precisamos INCLUIR DEUS EM NOSSA AGENDA.
Assim como reservamos tempo para ganhar dinheiro,   exercer nossas  profissões, estudar, e até conversar com amigos e família, precisamos RESERVAR tempo pra Deus em nossa agenda, afinal de contas uma vida vazia de Deus é incômoda e desmotivante.
Incluir  Deus em  nossa  agenda é uma atitude inteligente e promotora de gozo, paz e alegria no Espírito Santo. Esta inclusão precisa acontecer na agenda diária, para nosso momento devocional (oração e leitura bíblica). Na  agenda semanal, para irmos  à Igreja  e participarmos  de estudos bíblicos, orações e trabalharmos na obra de Deus. Na agenda  semestral ou anual, quando participaremos de congressos , retiros e treinamentos. Assim, manteremos e desenvolvermos nossa vida com Deus, assim como aperfeiçoarmos nosso serviço a Ele e em nome Dele. Precisamos lembrar que “tudo tem seu tempo” e “este é tempo é de buscar a Deus”.
 “ Então, eu disse: semeai para vós outros em justiça, ceifai segundo a misericórdia; arai o campo de pousio; PORQUE É TEMPO DE BUSCAR AO SENHOR, ATÉ QUE ELE VENHA, e chova a justiça sobre vós.” (Oséias 10:12 RA)

Os.: Em outro momento refletiremos sobre como deve ser nossa busca por Deus e por Sua vontade.
Pr. Almy Alves Junior
 


sábado, 16 de fevereiro de 2013





É  importante entendermos quem somos como Igreja, pois assim poderemos nos unir em torno deste projeto e contribuir diretamente para seu desenvolvimento. Para tanto, destacaremos cada expressão contida em nosso nome, pois as mesmas  trazem consigo conceitos a serem preservados e desenvolvidos por todos nós que fazemos parte desta Igreja tão amada por aqueles que dela fazem parte. Observemos os conceitos abaixo:

IGREJA: segundo o dicionário de Almeida,  “a Igreja é um Grupo de seguidores de Cristo que se reúnem em determinado lugar para adorar a Deus, receber ensinamentos, evangelizar e ajudar uns aos outros”. Assim sendo, devemos entender que não somos um clube, uma associação, um time, ou algo do gênero. Somos seguidores de Jesus e  fazemos parte da Sua Igreja espalhada por todo o mundo e em todos os tempos, mas também, somos uma comunidade local com características diferentes das demais Igrejas que compõem a Igreja de Cristo. Assim como as doze tribos de Israel que compunham um só povo, tinham características e missões diferentes, as denominações cristãs, entre elas a KERIGMA, são diferentes em suas manifestações de serviço, mas servem a um só Senhor e preservam os valores inegociáveis do Reino de Deus , tendo como objetivo comum a glorificação de Deus e a salvação de pessoas. Disse Jesus: “Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” Mateus 16:18 RA)

 COMUNIDADE: segundo a Wikipédia, uma comunidade é um conjunto de pessoas que se organizam sob o mesmo conjunto de normas, geralmente vivem no mesmo local, sob o mesmo governo ou compartilham do mesmo legado cultural e histórico. Esta é a nossa realidade desejada e a ser vivenciada. Para tanto, devemos incentivar o estar junto, pois só assim, viveremos o Evangelho de Jesus em suas múltiplas dimensões. Não há como ser um cristão vivendo de forma isolada, precisamos uns dos outros para  sermos e vivermos como povo de Deus.  Características como caráter cristão, dons, talentos , ministérios, personalidades, amor, fruto do Espírito, etc., carecem do convívio para se desenvolverem. Vejamos o que diz a Palavra de Deus sobre a vida da Igreja em Jerusalém, modelo este a ser seguido por todos nós da Kerigma: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.  Em cada alma havia temor; e muitos prodígios e sinais eram feitos por intermédio dos apóstolos.  Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum.  Vendiam as suas propriedades e bens, distribuindo o produto entre todos, à medida que alguém tinha necessidade.  Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração,  louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos.” Atos 2:42-47 RA)

 EVANGÉLICA: Embora existam muitas manifestações de cristianismo , a Igreja Kerigma denomina-se como Evangélica, isto é,  que segue os princípios defendidos desde a Reforma protestante, os quais são: A Bíblia como única regra de fé e prática
 (“ Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça,  a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” 2 Timóteo 3:16-17 RA), a salvação única e exclusivamente pela graça de Deus (“ Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus;  não de obras, para que ninguém se glorie.” Efésios 2:8-9 RA) , a  fé  em Jesus Cristo como Único e suficiente Salvador e Senhor
(“ Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem,...” 1 Timóteo 2:5 RA) e a glória sendo destina só a Deus  ( “ ... O louvor, e a glória, e a sabedoria, e as ações de graças, e a honra, e o poder, e a força sejam ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém!” Apocalipse 7:12 RA).

 KERIGMA: A palavra Kerigma significa proclamação, assim, somos uma Igreja voltada para a Evangelização e discipulado de pessoas, famílias, nações, etc., e para o cumprimento desta missão poderemos utilizar os mais diversos recursos, deste que não agridam os princípios inegociáveis do evangelho. Disse Jesus: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra.  Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;  ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.” (Mateus 28:18-20 RA); “ Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.  Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado.” (Marcos 16:15-16 RA)

Como vemos, somos uma Igreja com  identidade própria, características particulares e com uma visão a ser atingida, uma missão a ser cumprida e com valores a serem preservados e defendidos, por isso, não precisamos copiar as outras igrejas cristãs, antes devemos ser fiéis ao que Deus planejou para nós, pois no dia do Senhor, Ele pedirá contas daquilo que fizemos com aquilo que era Seu propósito.

SUGESTÃO DE LEITURA: Recomendo aos irmãos lerem o livro LEALDADE E DESLEALDADE, da editora Central Gospel, escrito pelo pastor Dag Heward-Mills, pois precisamos ser fiéis a Igreja que Deus nos plantou.

Pr. Almy Alves Junior

O outro lado da fé

               Às vezes fico imaginando a surpresa que teremos quando formos perante o tribunal de Cristo, prestar contas e receber os galardões por aquilo que fizemos como cristãos. “Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo.” (2 Coríntios 5:10 RA). Creio que nos surpreenderemos com nossos resultados e com os resultados de outros cristãos, isto por que a ótica de Deus é diferente da nossa.
               É comum pensarmos que as pessoas cheias de fé, aprovadas por Deus, são aquelas que têm bens, são conhecidas por muitas pessoas, pastoreiam grandes igrejas, lideram grandes Ministérios, etc. Com certeza estes irmãos são pessoas que tem cumprido suas missões, e que serão recompensados por aquilo que fazem para a glória de Deus, afinal a Ele sejam dadas todas as glórias (“Tributai ao SENHOR, filhos de Deus, tributai ao SENHOR glória e força.” (Salmos 29:1 RA), no entanto, me preocupo por que as vezes ignoramos o outro lado da história, isto é, o lado daqueles que pela fé, perderam bens, optaram por viver em lugares inóspitos, são desconhecidos do grande público, andam a pé, isto é, perdem a vida por causa do Evangelho.
               A galeria da fé de Hebreus 11 nos fala de irmãos na fé que “...foram torturados, não aceitando seu resgate, para obterem superior ressurreição; outros, por sua vez, passaram pela prova de escárnios e açoites, sim, até de algemas e prisões. Foram apedrejados, provados, serrados pelo meio, mortos a fio de espada; andaram peregrinos, vestidos de peles de ovelhas e de cabras, necessitados, afligidos, maltratados (homens dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, pelos montes, pelas covas, pelos antros da terra. Ora, todos estes que obtiveram bom testemunho por sua fé não obtiveram, contudo, a concretização da promessa, por haver Deus provido coisa superior a nosso respeito, para que eles, sem nós, não fossem aperfeiçoados.” (Hebreus 11:35-40 RA). Creio que seja hora de refletirmos sobre nossos conceitos de fé e acrescentarmos esta perspectiva de devoção a Deus. Além disto, podemos ajudar estes irmãos orando, contribuindo e indo ao campo missionário direta ou indiretamente.
               Acesse o site da Missão portas Abertas e contribua com aqueles que estão vivendo o outro lado da fé (www.portasabertas.org.br). Nós que fazemos a Igreja Kerigma em Garanhuns estamos contribuindo mensalmente com essa Instituição, quem sabe você não pode ser mais um.
               Acesse o site da Igreja e veja a matéria completa http://www.igrejakerigma.com.br

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

III Happy day


III Happy day está chegando!
É com uma alegria imensa que noticiamos o III Happy Day! As duas edições anteriores foram muito boas - é só perguntar a quem participou - e queremos que essa seja melhor ainda! Essa edição com o tema: Liberdade.
Sem mais delongas, vamos ao que interessa!
Quando? 02 de março de 2013
Idade mínima: 14 anos completos
Investimento: R$5,00
Para quem ainda não sabe o que é o Happy Day,  uma descrição rápida: um dia diferente, com o propósito de proporcionar momentos de diversão, amizade, alegria, reflexão... TUDO na presença de Deus - e tem melhor? Quem quiser saber mais, é só dar uma olhada aqui

As inscrições começam agora e vão até as 23:59 do dia 20 de fevereiro. Diferente das edições anteriores, esse ano tem um pequeno valor de investimento. Por que? A notícia é boa: porque o evento está crescendo!  São mais vagas, mais pessoas e, consequentemente, mais despesas. 
Como o pagamento vai ser feito: depois de fazer sua inscrição, espere a confirmação e você terá até dia 22 para efetuar o pagamento, lá na Escola Ana Barros/Igreja Kerigma (procurar Amanda). Outra forma é via depósito bancário. É só entrar em contato por e-mail e enviamos os dados da conta. Aí você tira uma foto ou escaneia o comprovante e manda pra gente.

E vamos às perguntas e questões de sempre:
Qual o horário de saída? 
8h30min, partindo lá da Igreja Kerigma (R. Joaquim Távora, nº 44, São José - Garanhuns). Por favor, esforcem-se para chegar mais cedo, tanto para fazer o credenciamento, tanto para não correr o risco de perder o transporte.
O que levar?
  • Roupa de banho – Atenção! Para as garotas: levem um blusão para vestir por cima do biquíni/maiô; para os garotos: calção de banho. É requisito obrigatório para poder entrar na piscina. Por favor, lembrem disto e evitem transtornos. Contamos com a compreensão de vocês.
  • Prato, copo e talheres; 
  • Toalha, uma troca de roupa (muda de roupa) e produtos de higiene pessoal (incluindo protetor solar). 
Finalmente, para inscrever-se, clique aqui. Claro, quem preferir, pode pegar a ficha de inscrição lá na Escola Ana Barros/Igreja Kerigma ou imprimir através deste link. As fichas devem ser entregues no prazo, também no mesmo local. 
Atenção: vagas limitadas! 
Então, inscreva-se, chame a galera, compartilhe no Facebook/Twitter e nos encontraremos lá! 

Qualquer dúvida a mais, entre em contato:
Amanda Oliveira - @Amanda_olb | amanda.olb@hotmail.com | (87)9619-3046
Paulo Mateus     - @PauloMatew paulomateuspm@msn.com | (87) 3762-1613